Dicas para o melhor controle de dados móveis na sua empresa

ilustracao-do-conceito-abstrato-de-rede-5g-de-telefones-celulares_335657-3884

Neste artigo você vai saber:

  1. O que é a telefonia móvel corporativa
  2. O que é MDM
  3. Dicas para o melhor controle de dados móveis

Controlar os dados móveis na sua empresa pode ser uma ótima alternativa para monitorar o uso de Internet.

A telefonia é um dos meios de comunicação mais utilizados do planeta e os avanços tecnológicos nessa área têm proporcionado inúmeras vantagens para o cotidiano corporativo.

A maior tendência é a mobilidade: ela melhora de forma exponencial os processos organizacionais. Além de ser um elemento indissociável da realidade empresarial.

Como usar a telefonia móvel no mundo corporativo

A mobilidade, além de permitir a comunicação e a interação interpessoal em qualquer lugar e a qualquer hora, tem sido largamente utilizada para agendamento de reuniões, fechamento de negócios, gerenciamento de equipes em campo, atendimento ao cliente, vendas e outras atividades.

Entretanto, manter o controle do telefone móvel é essencial. 

Sendo assim, é possível garantir que os colaboradores não extrapolem no uso da ferramenta a ponto de comprometer sua produtividade e causar prejuízos para o empreendimento.

Fazer esse monitoramento de forma eficiente é um grande desafio para os gestores. 

O que é MDM

Essa sigla significa Mobile Device Management, ou gerenciamento de dispositivos móveis. 

Ela se refere a um software de segurança adotado por profissionais de TI. 

Com este software você pode gerenciar e o monitorar os dispositivos móveis implantados nos provedores e sistemas da empresa.

O MDM é uma solução que entrega vantagens em termos de segurança, pois permite que o setor de TI gerencie diferentes aparelhos, dados e redes de maneira padronizada e mais eficiente.

Por que as empresas devem adotar o MDM

Há muitos benefícios que surgem em consequência da adoção dessa tecnologia. 

De modo geral, podemos pensar no acesso rápido a informações úteis para os processos de trabalho, uma vez que elas estarão na palma da mão do profissional. 

Além disso, destacamos aqui algumas vantagens que certamente poderão gerar impactos positivos para a sua empresa. 

  • Controle de segurança de dados

Cada dia mais os smartphones tem feito parte da rotina profissional. 

Arquivos compartilhados em nuvem podem ser acessados via computador ou celular. 

Consequentemente, é preciso pensar em novas formas de proteger os documentos das ameaças digitais.

Por isso procedimentos de segurança devem ser criados para lidar com smartphones e tablets no meio empresarial. 

Com o gerenciador de dispositivos você pode desenvolver políticas de compartilhamento de dados para viabilizar as ações e amenizar os riscos a cada compartilhamento.

  • Controle de acessos

Com o MDM você pode definir quem pode acessar determinada informação e quem não pode. 

Como resultado, a solução gera governança sobre as ações da equipe. 

Autorizações e a maneira como os recursos poderão ser utilizados garantem mais proteção a dados sigilosos.

  • Gerenciamento remoto

O gerenciamento remoto de dispositivos móveis costuma gerar ganho de produtividade para as empresas. 

Com ele é possível ganhar tempo, principalmente no que se refere a grandes companhias, que têm unidades espalhadas ao longo do território nacional.

Assim, é possível fazer atualizações e agir no controle de qualidade dos dispositivos utilizados, por exemplo, além de criar meios para fazer o monitoramento à distância.

  • Aperfeiçoamento dos processos

A mobilidade corporativa pode ser feita por meio da adoção de um aparelho exclusivo para o ambiente de trabalho ou pela implementação do chamado BYOD, sigla para Bring Your Own Device — algo como “traga seu próprio dispositivo”, que funciona no aparelho pessoal do funcionário. 

No geral, a ideia é que a empresa se aproveite da facilidade e sofisticação da tecnologia mobile para aperfeiçoar as ações do dia a dia. 

E, consequentemente, criando um ambiente oposto ao de companhias que veem no uso de smartphones um problema para a produtividade.

Dicas para o melhor controle de dados móveis

  • Faça um planejamento

Elabore um plano estratégico para implantar o gerenciador de dispositivos móveis na empresa. 

Isso pode ser construído a partir da criação de um inventário, onde constem todos os aparelhos de uso corporativo. 

Identifique sua localização, os responsáveis pelo uso e a finalidade.

A ideia é mapear os dispositivos, as pessoas e as funções. 

Depois disso, estabeleça como será o gerenciamento dos aparelhos, considerando o controle de uso, a distribuição dos arquivos, o controle de navegação na web, etc.

Você pode criar o seu planejamento estratégico em função de como imagina ser o uso ideal dos dispositivos de acordo com a área e a tarefa.

  • Conecte setores estratégicos

O ideal é que as empresas criem meios para atuar de maneira estratégica, isto é, a partir de seus objetivos. 

Com o gerenciador você poderá determinar os dispositivos que estão sendo utilizados e fazer o controle. 

Isso é útil para a gestão de riscos na empresa e para aperfeiçoar a tomada de decisão por parte dos gestores.

O controle permitirá que ações tomadas por diferentes departamentos possam ser acompanhadas e analisadas com mais agilidade, tornando os processos mais eficientes.

  • Avalie as principais plataformas

A observação de dois fatores é fundamental na escolha da plataforma ideal: a personalização e a distribuição do software. 

Quando citamos a personalização, nos referimos à adequação do produto oferecido aos interesses da empresa. 

É preciso verificar o modelo padrão e as diferentes funcionalidades da plataforma para saber se elas atendem às exigências da companhia. 

Avalie se a plataforma de gerenciamento pode ser customizada de acordo com os seus interesses.

Fique de olho nos recursos de gerenciamento e também nos relatórios a respeito da distribuição de software que a empresa prestadora do serviço oferece.

  • Considere soluções na nuvem

A tecnologia em nuvem permite que os procedimentos sejam mais ágeis e que não causem impacto no cotidiano de sua empresa.

Em relação às atualizações, evidentemente elas são necessárias. 

No entanto, quando baseadas na nuvem, elas podem ser feitas de maneira automática e simplificada. 

Mesmo quando é preciso interromper o acesso aos servidores para fazer manutenções mais rigorosas, isso pode acontecer fora do horário de trabalho, de maneira que a empresa não seja prejudicada.

É comum que procedimentos dessa natureza sejam feitos de madrugada e que a gestão seja avisada com antecedência segura para que não haja interferência nos processos corporativos.

  • Saiba como criar uma política de BYOD

Na construção de uma política de BYOD, o TI precisa trabalhar juntamente ao RH, uma vez que o capital intelectual da empresa estará em pauta.

Uma política dessa natureza precisa estabelecer como o funcionário poderá fazer uso do aparelho no espaço de trabalho, considerando aplicações, informações, entre outros, mas também deve considerar aspectos legais. 

É recomendável celebrar o chamado Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), de maneira a evitar problemas dessa natureza. 

Determine também como será a questão do reembolso, uma vez que o aparelho está sujeito a danos. 

Nesse caso, cabe à empresa se responsabilizar por eventualidades.

O MDM é uma solução moderna que pode simplificar e, ao mesmo tempo, sofisticar as ações dentro de uma empresa. 

Sabendo como adotá-la, a tendência é que ela traga diferencial para os setores do seu negócio.

Para maiores informações sobre como o MDM funciona, você pode entrar em contato com a Uniir e tirar todas as suas dúvidas.

Solicite um orçamento para aluguel de celular